Skip to content
Saúde 10

O que é Jejum Intermitente?

O que é Jejum Intermitente.

Para quem está sofrendo com a balança a um bom tempo, existem inúmeros métodos atuais que ajudam a emagrecer. São sopas, suplementos e remédios, além da boa e velha academia e a visita sempre bem-vinda a uma nutricionista, mas nem sempre tudo isso ajuda a perder os quilinhos a mais.

Algo indicado pelos médicos e que só agora está tomando mais popularidade, o Jejum Intermitente é uma forma de emagrecer de forma saudável, que traz inúmeros benefícios que vão além do emagrecimento, porém deve ser acompanhado de perto por um médico, já que nem todo mundo pode fazer uso dele.

Neste artigo, vamos explicar o que é o Jejum Intermitente e qual sua origem e benefícios para saúde. Como acontece o emagrecimento e porquê ele é arriscado para algumas pessoas.

Descubra mais sobre o Jejum Intermitente

Quando o homem ainda habitava em cavernas¹, o jejum intermitente já era algo comum, na verdade, mais comum que os dias atuais. Na era paleolítica, os seres humanos só se alimentavam quando caçavam e não tinham como guardar as sobras por conta da falta de conservantes que garantissem a durabilidade desses alimentos.

Por isso, precisavam caçar constantemente e quando isso não era possível, passavam por períodos de Jejum Intermitente mas de forma obrigatória. É importante frisar que essas pessoas em sua grande maioria não sofriam de obesidade, já que o momento os obrigava a estar em movimento e o próprio jejum em muitos casos, queimava todo excesso de gordura, mantendo a massa magra saudável.

Depois dessa era, vemos que povos de diferentes etnias e muitas religiões², adotaram na prática do jejum, uma forma de consagração e mortificação (simbólica/espiritual) de seus corpos, nos momentos em que evitam qualquer alimento, inclusive água. Mas quais os benefícios para saúde, da prática do Jejum Intermitente?

Benefícios do Jejum Intermitente para nosso organismo

Segundo Hipócrates, pai da medicina moderna como conhecemos disse: “Nossa alimentação deveria ser o nosso remédio. Nosso remédio deveria ser a nossa alimentação. Porém, comer quando se está doente é alimentar a doença.” Ou seja. Hipócrates nos deu uma dica valiosa de como evitarmos nos adoecermos, procurando manter o jejum mais vezes em nossas vidas do que uma alimentação que poderá nos trazer mais problemas.

Além dele, outros homens da história da medicina, como o toxicologista Phillip Paracelsus disse: “Jejum é o melhor de todos os remédios.” Eles descobriram que o jejum poderia trazer uma série de benefícios para o organismo, como³:

  • Emagrecimento saudável;
  • Maior resistência à insulina;
  • Prevenção de inflamações;
  • Prevenção de câncer;
  • Prevenção de doenças cardíacas;
  • Ter um cérebro mais saudável;
  • Mais produtividade;
  • Aumento da longevidade;
  • Mais energia e sensação de felicidade.

Jejum intermitente com a alimentação como remédio.

Todas afirmações passaram por anos de pesquisas e estudos, que notaram que pessoas que comiam muito ou a cada 3 horas como muitos médicos ainda recomendam, acabavam não só não emagrecendo como ganhando mais peso e enfrentando outros tipos de doenças.

Além disso, descobriu-se que o Jejum Intermitente faz com que as células se regenerem, ou seja, ao invés de morrerem ou se tornarem em células doentes como é o caso dos vários tipos de cânceres, elas se devoram e se refazem, transformando em uma verdadeira renovação celular em seu corpo.

Segundo Yoshinori Ohsumi⁴, ganhador do Nobel de medicina em 2016, a autofagia, mecanismo de limpeza que existe em todas as células de nosso corpo, é que é acionada para fazer a renovação celular, a partir do momento que estamos em jejum. Portanto por quanto mais tempo uma pessoa estiver em jejum, maiores as chances de suas células se renovarem.

Como o corpo emagrece através do jejum

Dr George Cahill⁵, importante médico e pesquisador sobre a Diabetes, disse que o Jejum Intermitente auxilia no emagrecimento, passando por 5 estágios distintos:

  • Em primeiro lugar, quando começa-se o jejum de fato, nosso corpo está queimando glicose, ou seja, açúcares dos carboidratos que ingerimos anteriormente. Nesse caso, a glicose apenas gera energia mas não existe a queima de gordura;
  • O estágio 2 e 3 é a transição entre a queima de glicose para queima de gordura. Nesse ponto, alguns tecidos do corpo ainda queimam açúcar, porém o fígado, os músculos e as células começam a queimar a gordura corporal;
  • No estágio 4, o estoque de glicose no corpo praticamente acabou, deixando apenas a gordura desnecessária e que é queimada pela maior parte dos órgãos e tecidos do corpo. Para que o corpo não sinta a falta de alimento, os rins e fígado provém toda glicose necessária para que o organismo continue funcionando normalmente, tendo a queima de gordura cada vez mais potencializada;
  • Por fim, no estágio 5 o cérebro já entende que não é para queimar glicose mas sim gordura e com o passar do tempo, ele irá se habituar a entender que agora o corpo está definido para queima de gordura e não açúcar.

O tempo de jejum e quais as restrições

O tempo do jejum intermitente e quais restrições.

Existem vários tipos de Jejum Intermitente, desde o mais comum de 12 horas, até de 24 horas⁶. O de 12 horas abrange um costume comum de pessoas que jantar as 20 horas da noite anterior por exemplo, e tomam café as 8 da manhã do outro dia, porém o emagrecimento não é tão eficiente.

O Jejum de 14 e 16 horas são os mais indicados, se a ideia é começar a fazê-lo com mais regularidade e ver resultados mais rápido. Acima desse tempo, a taxa de insulina no sangue é cada vez menor, o que pode ser bom para o índice glicêmico, mas deve ser avaliado por um médico endocrinologista e nutricionista, principalmente nos casos das pessoas com problemas de hipoglicemia crônica.

Jejum não é dieta e nem deve ser feito todo dia, principalmente se a ideia é ficar mais de 14 horas sem comer. Segundo os nutricionistas existe a chamada Janela de Alimentação, que é o período entre os dias de jejum intermitente e alimentação normal. Portanto, converse com seu médico para saber qual o melhor tipo de Jejum Intermitente para sua saúde.

E você, já faz uso da prática do Jejum Intermitente? Conte para nós sua experiência e compartilhe este artigo para mais pessoas viverem bem e com muita saúde.

  1. http://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/22625-jejum-intermitente
  2. https://brasilescola.uol.com.br/religiao/jejum.htm
  3. https://www.escolaeduardocirilo.com/blog-viver-em-alta-performance/beneficios-jejum-intermitente-alta-performance
  4. https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2016/11/28/jejum-ou-corte-radical-de-alimentos-pode-garantir-longevidade.htm
  5. http://emagrecerdevez.com/jejum-intermitente-o-que-e-como-fazer-quais-os-beneficios/
  6. http://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/22625-jejum-intermitente