Skip to content
Saúde 10

Vantagens e benefícios do Alongamento

Benefícios do alongamento para corpo e mente

Vantagens e benefícios do Alongamento

Vantagens e benefícios do Alongamento

Nossos músculos são responsáveis por sustentar e manter nosso corpo estável, por isso merecem cuidado e atenção especial. O alongamento é o exercício ideal para manutenção do corpo, principalmente quando falamos em flexibilidade pois ele promove a distensão das fibras musculares, aumentando seu comprimento, e melhorando a mobilidade para as atividades do dia a dia.

A prática do alongamento muscular traz diversos benefícios:

  • Maior flexibilidade dos músculos;
  • Diminuição da quantidade de ácido láctico nos músculos;
  • Ativação da circulação sanguínea;
  • Redução da probabilidade de lesões;
  • Mais coordenação;
  • Impede o endurecimento muscular depois do exercício;
  • Reduz a tensão muscular;
  • Facilita os movimentos.

Além disso, nossa tendência durante o decorrer do dia é encolher ou nos curvar. Excesso de estresse ou preocupação podem prejudicar e não nos damos conta de como prejudicamos nossa postura. Trabalhar por poucos segundos cada grupo muscular pode ser suficiente para melhorar sua aparência e disposição, inclusive parecer mais alto.

Alguns experimentos já foram feitos, inclusive demonstrados na TV, de como o alongamento pode interferir na altura. Faça o teste: anote sua medida antes e depois de um dia trabalho. Ao final do dia, faça uma série de alongamentos e confira sua altura novamente.

A atividade aumenta a elasticidade do corpo e o “crescimento” pode ficar nítido por até um mês. Varia conforme você se dedica ao exercício.

Quanto maior o alongamento, maior a articulação muscular e, portanto, mais flexibilidade para o bom funcionamento do corpo no dia a dia. Sua prática é simples e qualquer pessoa, em qualquer idade pode fazer, mas atenção: regule a intensidade conforme sua força e necessidade. Preste atenção nos seus limites para não se machucar, principalmente idosos, evitando exercícios mais pesados.

Uma dica importante para sua prática é a respiração. Respirar profundamente ajuda no relaxamento muscular pois é ela quem dá o ritmo do exercício, por isso deve ser lenta e profunda.

Veja alguns exercícios que, a partir de agora, você pode incluir na sua rotina de treinos:

Quadro para alongar o corpo.
Quadro de alongamentos

Tipos de alongamentos

A prática do alongamento é altamente indicada para antes e depois de exercícios físicos, como os aeróbicos e musculação, mas também podem ser feitos para quem busca apenas relaxamento. E acredite, funciona.

Além dos benefícios para quem treina regularmente, o alongamento também evita o estresse muscular para quem passa muitas horas no trabalho. Alguns exercícios rápidos durante as longas jornadas trazem vantagens ao corpo e mente como mais atenção, concentração e revitalização.

  • Alongamento dinâmico ou balístico: é quando o aumento da flexibilidade aumenta a performance esportiva. Segundo um estudo do American College of Sports Medicine, os alongamentos dinâmicos – como a elevação dos joelhos, o agachamento e rotação de braços e tronco – é positivo pois aumenta a mobilidade das articulações e a amplitude do movimento. Alongamentos dinâmicos devem ser realizados após um período inicial de aquecimento, feito a partir de movimentos curtos e deslocamentos pelo solo. Crianças podem praticar esse tipo de alongamento que, se feito de maneira leve, preparara o corpo para a Educação Física;
  • Alongamento estático: mais comum, feito quando esticamos os músculos e você permanecemos na posição, estática, por alguns segundos. O tempo ideal de alongamento pode variar entre 15 e 30 segundos. Alongar por mais de 30 segundos pode provocar relaxamento dos músculos e prejudicar a produção de força rápida. Alongamentos estáticos são indicado após o treino de musculação, pois além de melhorar a flexibilidade, relaxa;
  • Alongamento específico: importante fazer um alongamento específico para o tipo de atividade que foi realizada. Por exemplo: para atividade de corrida intensa, como futebol, flexione e rode o quadril para fora. Escolha exercícios de alongamento com movimentos semelhantes aos do esporte que será realizado, pois o risco de lesões musculares e articulares diminui. O mesmo para a musculação, inclua alongamentos dos grandes grupos musculares e também dos grupos musculares específicos que foram mobilizados;
  • Alongamento passivo: será necessário a ajuda de equipamento, como uma faixa elástica, bola suíça ou até mesmo a ajuda de alguém. Neste último caso, o controle do movimento pode ser passado para outra pessoa, por isso é importante saber seu limite e interromper o alongamento caso sinta dores.